Pe. Natelson: “Eu tenho que levar às pessoas a experiência das maravilhas de Deus que eu vivi”.

7ºdiadosfestejos2022
Pe. André: “A família é chamada a investir mais na oração como experiência da presença de Deus”.
julho 23, 2022
9ºdiadosfestejos2022
Pe. Marconi: “É importante que nós saíamos dessa novena enriquecidos com esse sentimento nobre, que é o sentimento do amor”!
julho 25, 2022

Pe. Natelson: “Eu tenho que levar às pessoas a experiência das maravilhas de Deus que eu vivi”.

8ºdiadosfestejos2022

Na sexta-feira, dia 22 de julho, a Igreja celebrou Santa Maria Madalena. E em nossa paróquia, aconteceu o oitavo dia da Novena em honra à Sagrada Família. O pároco Pe. Laurindo Aguiar, msf acolheu toda assembleia presente na Matriz. Em seguida, o Irmão Luiz Carlos, msf animou a novena que teve como tema “Sagrada Família, inspiradora de nossa missão paroquial.”

Logo após, teve início a Santa Missa presidida pelo Padre Natelson Coutinho, da Paróquia São Vicente de Paulo em Cônego Marinho. Concelebraram também esta santa eucaristia os padres Rodrigo Pacheco, reitor do Santuário Santo Antônio, em Serra das Araras; Pe. Herbert Rohleder, msf; Pe. Laurindo Aguiar, msf e Pe. Marconi Nunes Lira, msf.

Pe. Laurindo acolheu o Padre Natelson e o Padre Rodrigo, neste penúltimo dia da novena. Pe. Natelson agradeceu o convite por participar desta novena.

Após a proclamação do evangelho pelo Padre Rodrigo, Padre Natelson proferiu uma homilia cheia de ensinamentos. Vejamos alguns trechos:

 

“Antes de adentrar neste que é um dos mais belos textos de toda a Bíblia, manifesto aqui a minha satisfação, o meu carinho com todos vocês, a minha alegria de estar aqui. Não só eu vim aqui, lá de Cônego Marinho, mas os meus paroquianos que estão ali. Os meus paroquianos que ouviram o convite da nossa amada Paróquia Sagrada Família e aqui estão comigo esta noite. Assim como vocês que também foram chamados para estar aqui, e aqui estão. Porque Deus se utiliza de pessoas, de recursos, de meios para chegar até nós. E se o convite que você recebeu foi esse meio pelo qual Deus o chamou para estar aqui hoje, para celebrar o santíssimo sacrifício da eucaristia, buscando assim a santificação da sua vida, sua proximidade para com Deus, então você é feliz. Porque você não foi insensível ao chamado de Deus.”

 

“É neste intuito que nós enquanto comunidade de fé, fazemos o possível, através da evangelização para que as pessoas sejam sempre chamadas, para que se sensibilizem e possam crescer mais. Porque quem está em Cristo é uma nova criatura. Nós ouvimos aqui no texto da leitura. O apóstolo Paulo nos diz muito claramente. ‘Quem está em Cristo, nova criatura é.’ As coisas antigas e o mundo velho desapareceram. Quem está em Cristo é sempre novo, é sempre uma nova criatura. E a partir disso, podemos começar nossa reflexão perguntando em que sentido eu preciso ser também uma nova criatura? Afinal, será que não estou me identificando com a antiga criatura? Criatura velha, decaída no pecado, e na ausência do amor de Deus. A antiga criatura decaída em virtude das más escolhas, a antiga criatura diante da falta de fé, e então vamos sempre pedindo a Deus a graça da renovação.”

.

“Jesus não veio apenas para ela(Maria Madalena). Ele veio para mim, para você. E o que manifestou a ela é necessário que seja manifesto a mim e a você. É necessário que todos os dias quando a gente vem a pensar que as nossas esperanças já chegaram ao fim, porque as piores tragédias já aconteceram, o Senhor Deus, então, nos surpreende, com aquilo que nós nem imaginávamos que pudesse ter acontecido. Então, que na fé de Maria Madalena, na experiência de Maria Madalena com Jesus Ressuscitado, é a primeira a ver Jesus, a gente compreenda isso, que Deus está a nossa procura em momentos como estes. E é claro que Jesus tinha que ir primeiro a procura de Maria Madalena. Era a que mais sofria a sua morte. O grupo dos doze, não que os homens sejam frios, não que os homens tenham sentimentos, mas nestes casos, as mulheres ganham. Jesus está a procura dela porque é a que mais sofre. É a que está mais apegada a tragédia que aconteceu. Aquela que não consegue superar. “

.

E o Nosso Senhor está sempre à nossa procura em situações assim. Não nos esqueçamos. Se choramos, o Senhor está à procura de nós. Se perdemos tudo, o Senhor já está promovendo outros ganhos, outras vitórias. Se a gente, por vezes,  cai na tristeza, na dor, no sofrimento,  nas lágrimas, o Senhor já está providenciando muitas alegrias. Esta é a fé de Maria Madalena. Não a fé da superstição, das séries da Netflix, dos filmes da Sessão da Tarde, mas a Maria Madalena do evangelho. Santa Maria Madalena. É neste sentido que a gente tem que lembrar. Porque assim como Cristo faz maravilhas em mim, nós temos que anunciar essas maravilhas. E é o que ela faz. Então ela vai aos apóstolos anunciar que Jesus está vivo.”

.

Voltando ao tema de hoje da nossa novena, já que a Sagrada Família é a inspiração para a nossa vida paroquial, para as nossas práticas pastorais, para o nosso existir pastoral em nossa paróquia, a gente entenda isso: Eu tenho que levar às pessoas a experiência das maravilhas de Deus que eu vivi. A experiência das maravilhas em Deus que você viveu são necessárias para que outras pessoas também possam crer. A experiência das coisas que Deus realiza na minha vida, na sua vida, elas precisam ser levadas também para as pessoas que estão se afundando nas lágrimas, no poço fundo e escuro da tristeza, da dificuldade de acreditar no melhor, da dificuldade de acreditar no poder de Deus. Cada um, ao sair hoje aqui, desta igreja, deve também recordar desta missão: ‘Eu vi o Senhor.’ E foi isso que ele fez por mim. Eu experimentei o Senhor e foi isso que ele fez por mim. E por isso é bom estabelecer e elevar pro nosso louvor, desenvolver sobretudo a nossa experiência de amor para com ele, que é a experiência de Maria Madalena. ”

 

Na homenagem à Sagrada Família, os noiteiros levaram flores até a imagem de nossos queridos padroeiros. Antes, porém, Pe. Laurindo renovou os votos matrimonais de Eva e Antônio, que completaram nesta data cinquenta anos de casados . No mesmo momento, outros casais que também celebraram aniversário de casamento renovaram seus votos de matrimônio.

O casal Gisneia e Fabiano agraciaram o Pe. Natelson com uma bela mensagem e uma lembrança da Paróquia. Pe. Natelson agradeceu o casal pelas belas palavras a ele direcionadas. E que, através deste casal, abençoa a todos casais da paróquia.

Terminada a Santa Missa, debaixo das mangueiras, aconteceu momento social com música ao vivo e a presença dos cantores Maurílio Fernandes e William Silva.

 

Clique aqui para ver a cobertura fotográfica completa.

 

Texto: Alisson Faria / PasCom Sagrada Família

Foto: Amanda Beatriz / PasCom Sagrada Família