Pe. André: “A Família de Nazaré foi dinâmica”.

setimodiafestejos58anos
Pe. Marconi: “A gente precisa mesmo é valorizar mais as pessoas que estão ao nosso lado”.
julho 21, 2023
papadestacada1
Francisco no Angelus: cultivar os campos da vida sem julgar aquele do vizinho
julho 23, 2023

Pe. André: “A Família de Nazaré foi dinâmica”.

oitavodiadosfestejos58anos

Na noite de 21 de julho de 2023,  celebrou-se na Matriz Sagrada Família o oitavo dia da Novena em ação de graças pelos 58 anos da paróquia e em honra à nossa padroeira: a Sagrada Família. O Frater Antonio, msf conduziu a novena neste oitavo dia, e chegou a dizer em sua reflexão que se sentiu muito bem acolhido em terras mineiras. O tema refletido foi: Sagrada Família, inspiradora de nossa missão paroquial. Foram noiteiros  a Com. Nossa Senhora de Nazaré, o Apostalado da Oração, o Ministério da Eucaristia, os Acólitos e Coroinhas e a Catequese Crisma. Também vários moradores das ruas da paróquia, instituições e famílias participaram.

O padre André Luiz, Cura da Catedral presidiu a Santa Missa e foi concelebrada pelo Pe. Laurindo Aguiar, msf, Pe. Herbert Rohleder, msf e Pe. Marconi Nunes Lira, msf. Participaram também Frater Luiz Carlos, msf e Frater Antonio. Pe. Laurindo acolheu ao padre André e a todos os paroquianos da paróquia irmã Nossa Senhora das Dores que estavam presentes na Matriz. Pe. André agradeceu pelo convite.

Padre Marconi proclamou o santo evangelho. E, em sua reflexão, padre André agradeceu novamente ao Padre Laurindo, ao Padre Marconi e de forma especial, ao Pe. Herbert. Segundo o Padre André, ele participou de diversas formações de catequese com o Pe. Herbert no CEDIF, desde os seus quinze anos de idade, e que tem até hoje as anotações.

 

“Nós sabemos da importância que é celebrar os festejos do padroeiro, da padroeira de uma paróquia, de uma comunidade. E hoje, neste dia, oitavo dia, celebrar a novena em honra à Sagrada Família de Nazaré, também referência para esta comunidade. Todos nós precisamos de referências. O nosso modo de ser discípulo de Jesus, o nosso modo de nos colocar neste caminho, nesta trilha, no seguimento ao Senhor, não pode ser uma trilha, um caminho isolado. Nós precisamos caminhar juntos.”

 

“Na Sagrada Família de Nazaré, Jesus vai integrando-se ali. E nos pede para que façamos de cada família uma Igreja doméstica. Uma experiência de fé que vai se integrando a esta família maior que é a Paróquia. Todos nós, batizados e batizadas, não podemos deixar de lado, esse espírito de paroquialidade, de pertença, de sentimento, de que está vinculado à Paróquia. Temos aqui então essa experiência paroquial com a Sagrada Família de Nazaré e a experiência da Catedral com Nossa Senhora das Dores como padroeira, padroeira também de toda a diocese. Então nós acreditamos que a Família Sagrada de Nazaré, fonte e inspiração, pode ajudar também a paróquia a reconhecer que também é chamada a pertencer a esta família.”

.

O Senhor nos permite olhar para a imagem da Sagrada Família de Nazaré. E olhando para esta imagem, para nós aqui ela está estática. Essa família não se posicionou de maneira estática, paralisada, estacionada na história da salvação, na história do povo com Deus. A Família de Nazaré foi dinâmica. A Família de Nazaré foi ativa. Ela não teve um posicionamento de uma família receptora de graças, receptora do chamado de Deus, receptora de uma experiência divina. Ela também foi transmissora. Transmitiu para os outros essa experiência de ser uma família de Deus.”

 

Todos os noiteiros levaram flores até a imagem da Sagrada Família e Padre André rezou a oração pelas famílias. O padre ainda ressaltou que a própria imagem já nos evangeliza. Pe. Laurindo, em seguida, renovou os votos do casal Nadir e Silvio, que completou 50 anos do sacramento do matrimônio. Marilda leu uma mensagem ressaltando a importância do trabalho do Padre André para a cidade de Januária e a paróquia entregou a ele uma lembrança. Avisou-se que neste sábado, dia 22, iremos celebrar o Dia Mundial dos Avós. Por isso, todos os avós devem procurar participar da Santa Missa, junto com seus netos.

 

Ao fim da Santa Missa, aconteceram shows com o Ministério Tom de Lágrimas e com Alberto e Jossy. Enquanto isso, os presentes se deliciavam com deliciosas comidas típicas.

 

Clique aqui para ver a cobertura fotográfica completa.

 

Texto: Alisson Faria / PasCom Sagrada Família

Fotos: Gracielle Ferreira / PasCom Sagrada Família