Pe Laurindo: “Perceber quais são os itens essenciais que cada um de nós não pode deixar para trás”.

papadestacada1
Angelus: menos tempo no celular, mais cuidado com a vida interior
novembro 12, 2023
papadestacada1
Papa: o Evangelho não é uma ideologia, é o anúncio da alegria
novembro 15, 2023

Pe Laurindo: “Perceber quais são os itens essenciais que cada um de nós não pode deixar para trás”.

32dtc2023

No domingo, dia 12 de de novembro, a Igreja celebrou o Trigésimo Segundo Domingo do Tempo Comum. A Santa Missa na Matriz, às 19h, foi presidida pelo pároco Padre Laurindo Aguiar, msf.

O ECC (Encontro de Casais com Cristo), participou da procissão de entrada, com casais levando o banner deste importante serviço.

Em sua homilia, Padre Laurindo assim refletiu:

‘O noivo está chegando. Ide ao seu encontro.’ Essa afirmação nos remete à lógica do tempo, ao cronos, o tempo vivido por cada um de nós. O tempo que passa, e às vezes passa rápido; mas o tempo, dependendo de nossas expectativas, o tempo que custa muito passar. No contexto desse Evangelho, o povo que estava aguardando a chegada deste noivo, do Messias, de Jesus, e diante da expectativa, da demora, este povo deixou de se preparar, de cultivar a fé, de cultivar a vida comunitária, de cultivar a Palavra, de cultivar a comunhão com o Senhor. Diante deste panorama, o Evangelho nos vem apresentar esta parábola das dez jovens, com dois comportamentos diferentes.”

.

O que cada grupo carrega consigo, que é comum, são as lâmpadas. Todas carregam lâmpadas para ir ao encontro do noivo, aqui que é Jesus. E o que diferencia as atitudes dos dois grupos é que um grupo leva apenas as lâmpadas, preocupadas só com os detalhes que enfeitam, com a ornamentação destas lâmpadas. Outro grupo, para além das lâmpadas, levam uma vasilha óleo para alimentar essas lâmpadas. Diante da demora do noivo, todas acabam cochilando e dormindo. E aqui como que uma voz, movida para despertar, que avisa que o noivo está chegando. O noivo está chegando significa que é hora de preparar as lâmpadas para fazer  o encontro com o noivo. Este encontro é para a festa de casamento. A festa do amor, a festa da alegria, para selar a aliança, selar a verdadeira comunhão, com Jesus, com o noivo, com Deus.”

 

 

“A Palavra nos diz que as imprevidentes logo recorreram as previdentes dizendo: ‘Nossas lâmpadas estão se apagando. Dá-nos óleo.’ ‘Não temos como fornecer óleo, pois pode ser insuficiente para nós e para vós. Ide comprar aos vendedores.’ As previdentes prepararam suas lâmpadas e assim que o noivo chegou elas entraram para a festa de casamento e a porta se fechou. Então para nós é interessante perguntar sobre o que padre falava no início. Quais são as nossas expectativas frustradas? Como estamos lidando com as nossas frustrações, com nossas decepções, diante daquilo que esperávamos, aguardávamos? Estamos recorrendo, preparando, enchendo nossas lâmpadas com óleo, ou estamos esvaziando, nos afastando deste encontro com Jesus, deste encontro com Deus?”

.

Perceber quais são os itens essenciais que cada um de nós, que cada cristão, que cada família, que cada jovem, não pode deixar para trás. Não pode deixar de carregar consigo, estar sempre consigo. É a Palavra de Deus. A Palavra de Deus é o óleo, é o combustível necessário. Assim como nós podemos compreender facilmente que o carro não irá rodar, movimentar sem o combustível, assim também o cristão, todos nós, não iremos viver o nosso chamado, a nossa vocação batismal, se não tivermos de fato a Palavra de Deus arraigada, presente, acolhida em nosso coração. Feita esta experiência com a Palavra de Deus, que pode ser doce, mas também pode ser amarga para nós. Mas é a Palavra que nos purifica, que nos coloca para frente, é a Palavra que nos faz alçar voos, para enfrentar nossos obstáculos, nossas cruzes, nossas decepções ou expectativas geradas demais.”

 

Durante o ofertório, os dizimistas manifestaram seu gesto de gratidão a Deus. Casais do ECC também levaram as ofertas até o altar.

Nos avisos, comentou-se sobre a mudança de horários das missas na Matriz nos próximos sábados, 18 e 25 de novembro, devido as celebrações da Primeira Eucaristia e Crisma. Pe. Laurindo também reforçou sobre o calendário 2024 da Congregação dos Missionários da Sagrada Família, que é uma forma de ajudar este importante trabalho de evangelização desenvolvido em várias localidades pelo mundo.

 

 

Clique aqui para ver a cobertura fotográfica completa.

 

 

Texto e foto: Alisson Faria / PasCom Sagrada Família