D. Geraldo: “A nossa missão é sermos seguidores de Jesus”!

papadestacada1
O Papa: “lepra da alma”, uma doença que nos torna insensíveis ao amor
fevereiro 11, 2024
papadestacada1
Papa: diante do vício da preguiça, é preciso manter acesas as “brasas da fé”
fevereiro 14, 2024

D. Geraldo: “A nossa missão é sermos seguidores de Jesus”!

primeiramissadomgeraldosagradafamília

No Domingo de Carnaval, onze de fevereiro, a comunidade se reuniu com muita alegria para participar da primeira Missa presidida pelo bispo Dom Geraldo na Paróquia Sagrada Família. Concelebrou juntamente os padres Herbert Rohleder, msf; Laurindo Aguiar, msf e Marconi Nunes Lira, msf.

As pastorais, movimentos e comunidades cantaram para receber Dom Geraldo na entrada da Matriz. O bispo cumprimentou a todos.
Em sua homilia, Dom Geraldo assim refletiu:

“Estamos vivenciando o Sexto Domingo do Tempo Comum. Nesta semana mesmo vamos fazer uma parada para refletirmos e vivermos o mistério da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus. Mas se já nos encontramos no Sexto Domingo do Tempo Comum podemos dizer que já conhecemos um pouco a pessoa de Jesus Cristo. A nossa missão é sermos seguidores de Jesus, mas nós não podemos seguir quem não conhecemos. Por isso, a Igreja nos oferece, nesse período grande do Tempo Comum, exatamente como essa oportunidade, para conhecermos melhor a Jesus Cristo e a partir desse conhecimento, nos colocarmos de fato fazendo as suas pegadas e o seu caminho”.

.

 
“Como é que nós conhecemos a pessoa de Jesus? Da mesma forma que nós conhecemos uns aos outros. Ninguém conhece uma pessoa, ninguém se declara seu amigo por um simples encontro, por um simples dia que você falou ou encontrou com essa pessoa. Você de declara amigo e conhecedor dessa pessoa à medida que você tem uma série de encontros com ela, e que você é capaz de conhecer o dia a dia dessa pessoa. É assim que nós podemos também conhecer a pessoa de Jesus Cristo. Não em um encontro casual, superficial, mas em um encontro profundo em que nós vamos fazendo dia a dia, pouco a pouco, a experiência de Deus na nossa própria vida”.

 

 

“À medida em que nós vamos conhecendo Jesus, vamos percebendo que Ele não gosta de nada que exclua quem quer que seja. Ele não gosta de nenhuma atitude, sistema que marginalize alguém, que deixe alguém de fora do convívio dos seus amigos, da sua sociedade. O projeto de Jesus Cristo não é um projeto de exclusão ou marginalização. O projeto de Jesus Cristo é de inclusão, é aquele de fazer com que todas as pessoas possam se sentir bem onde estão. Mas é interessante observar que Jesus era observado também sobre os seus comportamentos, sobre as suas atitudes”.

.

 
“A liturgia de hoje nos fala de um aspecto que era muito forte naquela época, a questão do puro e do impuro, da pureza ou das impurezas. Pureza era uma coisa de tabu daquela época. Muitos achavam que o alimento podia ser um elemento contaminador, que a aproximação de uma pessoa impura poderia ser um elemento contaminador, que o gesto de tocar numa pessoa impura fosse um elemento contaminador. Jesus pensava diferente e Ele ajudava as pessoas a pensarem diferente e fazia com convicção aquilo que Ele pensava. Essas coisas minuciosas, esses detalhes Ele vai ensinar que não deve servir como critério de pureza ou de impureza, não deve servir de critério para as pessoas se sentir afastada dos outros, para que seja privada do convívio social. E Jesus estabelece um critério verdadeiro, diferente, que é o critério do amor, da compaixão, da ternura. Isso sim deve nos ajudar a estabelecer como critério para que as pessoas tenham sempre uma vida de convívio com os demais”.

No momento de homenagens, a paroquiana Ana Caroline leu uma bela homenagem dedicada ao bispo Dom Geraldo. As crianças Ana Júlia e Loren cantaram uma música de acolhida ao nosso amigo e pastor. Dom Geraldo agradeceu a acolhida de todos: “Deus conserve esse coração acolhedor de todos. Deus conserve esse coração feliz de vocês e que Deus faça com que essa alegria, este acolhimento seja de fato o testemunho vivo do Evangelho que vocês pregam cada dia da vida de vocês. Muito obrigado a esta comunidade”!

 

Clique aqui para ver a cobertura fotográfica completa.

 

Texto: Juciane Francisca / PasCom Sagrada Família

Foto: Alisson Faria / PasCom Sagrada Família