“Naquilo que vivemos, somos Sal e Luz?”, indagou D. José

PAPADESTACADA
Papa: ir à Missa é como ir ao Calvário
novembro 23, 2017
RCCdestacada
Congresso de Ouro marcou o fim do Ano Jubilar da RCC
novembro 25, 2017

“Naquilo que vivemos, somos Sal e Luz?”, indagou D. José

crismadestacada

A paróquia Sagrada Família  experimentou mais uma vez a graça de celebrar o sacramento da Confirmação.

No dia 18 de novembro, recebemos com imensa alegria o Bispo Dom José Moreira, muito bem acolhido pelo nosso Pároco Pe. Laurindo, msf e pela comunidade paroquial.

A Santa Missa aconteceu na Matriz Sagrada Família, e D. José presidiu esta celebração eucarística na qual ministrou o sacramentado do Crisma.

Pe. Laurindo apresentou ao Bispo e a toda assembleia os jovens e adolescentes que receberam o sacramento da Confirmação.

D. José agradeceu ao pároco, e de forma especial, convidou as catequistas a irem a frente;  e assim parabenizou a cada uma pela dedicação, afirmando louvar a Deus pela vida de cada catequista pela doação, pelo amor em prestar esse serviço voluntário em favor do Reino.

Continuando sua reflexão, D. José assim se pronunciou: “O talento da juventude está indo pra onde?”

E já propõem aos jovens conhecer a juventude missionária.
Os nossos dons, onde estão sendo depositados?  Naquilo que vivemos, somos Sal e Luz? Porque o mundo não está produzindo frutos bons? Vivemos em guerra, as pessoas só falam em droga, em tristeza. É preciso fazer a diferença no mundo.

Deus te deu um talento. Vocês leigos estão no mundo. Sejam luz e sal. Produza o fruto, faça uso dos talentos.

Na oportunidade, Dom José falou do Ano do Laicato. No dia 26 de novembro, celebraremos o dia do Cristão leigo e faremos a abertura do ano do Laicato. O leigo é a maioria no mundo. Seja luz e Sal, não podemos ser omissos. Sal incomoda. Sal na ferida dói. Luz incomoda.

crisma1
No final da Santa Missa, o grupo da Juventude Missionária (JM) da Paróquia Sagrada Família convidou os jovens a participarem de uma reunião no dia 25, onde irão apresentar este belo projeto.

A Juventude Missionária é um grupo de jovens que segue as diretrizes da POM – Pontifícia Obra Missionária. A Pontifícia Obra Missionária é obra da propagação da fé. Está em todo mundo, um grupo que não acaba.

A JM visa despertar, ativar, formar e manter o espírito missionário.  A JM é fruto da IAM (Infância e Adolescência Missionária). Com o passar do tempo, as crianças da IAM cresciam, e se tornaram jovens dispostos a viver essa missão. Assim, nasce a JM. Os padroeiros da JM são: São Francisco Xavier e Santa Teresinha do Menino Jesus.

Texto: Nataly Nunes / PasCom Sagrada Família
Fotos: Alisson Faria e Edson Magalhães/ PasCom Sagrada Família

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *